Visite nosso site
CARREGANDO...
mercado de moda
No items found.

O mercado de moda no Brasil está em ampla expansão, apresentando diferentes possibilidades de atuação, inclusive, de investimentos para quem deseja empreender e lucrar no setor.

Afinal, o ramo de vestuário tem larga demanda por suprir uma necessidade básica dos seres humanos, que é a vestimenta. Além disso, ele é um dos mais lembrados em datas comemorativas, proporcionando mais oportunidades de aumento na receita.

Portanto, se você tem interesse na área e deseja saber como está a situação atual do setor, bem como os sub-ramos de atuação, continue a leitura. Vamos apresentar as principais informações sobre o assunto!

Características do setor

Caso você deseje trabalhar com o mercado de moda, o primeiro passo é entender como ele funciona. Nesse sentido, é importante destacar que existem diferentes atividades relacionadas. Conheça algumas delas a seguir:

  • Fotografia: responsável pela produção dos modelos e dos cenários para as sessões fotográficas de campanhas, revistas e muito mais;
  • Produção: cuida da organização e produção de eventos de moda, como desfiles, além da realização de editoriais, campanhas publicitárias e catálogos;
  • Estilismo: atividade voltada para a criação das peças;
  • Coordenação: tarefas relacionadas à supervisão de equipes, gerenciamento de compra, confecção de coleções nas lojas e fábricas, bem como a orientação aos profissionais sobre as tendências do mercado;
  • Consultoria de imagem e estilo: nesse caso, o profissional se encarrega de orientar os clientes sobre como se vestir e portar-se de acordo com seus objetivos;
  • Ilustração: desenvolvimento de desenhos técnicos e ilustrações voltadas para revistas, campanhas, entre outros;
  • Modelagem: criação de moldes com base nos desenhos dos estilistas, servindo como direcionamento para a confecção das peças.

Desse modo, independentemente da atividade escolhida, o profissional que trabalha com a moda está inserido na criação e comercialização de peças do vestuário, desde roupas até bolsas.

Para atuar na profissão, é fundamental ser uma pessoa criativa, versátil e sensível. Saber trabalhar em equipe também é importante, assim como estar atualizado sobre as novas tendências e apresentar bom gosto para combinar com harmonia as diferentes possibilidades de estampas, texturas, cores e peças de modo geral.

Vale lembrar que o curso superior na área de moda é oferecido na modalidade de bacharelado, durando cerca de quatro anos e contando com disciplinas voltadas para marketing, desenho e pesquisa de mercado.

Tendências do mercado de moda

Como dissemos, o mercado de moda apresenta ótimas oportunidades para quem deseja investir no ramo. Estima-se que o setor consiga crescer 3,1% ao ano até 2021, de acordo com dados do Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria Têxtil, Confecção e Vestuário da Fiesp — Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

Portanto, o mercado está apresentando crescimento e boas perspectivas para os próximos anos. Com o objetivo de incentivar você a migrar para esse setor, elaboramos uma lista com as principais tendências. Veja quais são elas a seguir.

Automação da produção

A automação está tomando conta de diversas indústrias, e a têxtil é uma delas. Algumas tarefas começaram a ser totalmente automatizadas, como o corte de tecidos a laser a partir de comandos no computador.

Por outro lado, a área que mais vai ganhar a automação é a gestão. Por meio de softwares capazes de integrar toda a cadeia produtiva, as atividades começam a apresentar um custo reduzido. Com isso, permitem que a empresa se dedique às ações principais voltadas para a confecção de peças.

Ao contrário do que muita gente pensa, isso não significa que os colaboradores serão desnecessários, pois eles apenas vão ser realocados a outras atividades, como supervisão da montagem.

Expansão do mercado digital

Se você pensa que o contato físico com o produto é essencial para todos os clientes do ramo da moda, saiba que isso tem mudado bastante com a expansão do mercado digital. Afinal, com a era da praticidade proporcionada pela internet, muitos deles migram de um site para o outro em busca de peças de vestuário.

Além disso, grande parte dos consumidores realiza pesquisas online antes de comprar algo pela internet. Vale lembrar também que uma pessoa pode ir a uma loja física de uma empresa específica, experimentar a roupa, mas não levá-la por conta do preço e, depois, buscar algo semelhante no ambiente digital.

Temos ainda o programa Google Lens, que permite às pessoas tirarem uma foto e logo depois realizarem uma pesquisa com base nas imagens, proporcionando a descoberta de peças parecidas. Com isso, existe maior chance de o cliente fazer a compra.

Adaptação das empresas ao mobile

Segundo a pesquisa realizada pelo Google, 71% das pessoas que usam os celulares para fazer pesquisas online consideram os dispositivos importantes para a compra nas lojas. Por isso, revela-se necessário apostar em sites e aplicativos mobile.

Aliás, você já ouviu falar em site responsivo? Ele é um modelo de plataforma que facilita a navegabilidade do usuário durante o acesso pelo celular. Provavelmente, você já tentou entrar em alguma página e precisou dar zoom para ler as informações ou preencher formulários e, com isso, desistiu de continuar, não é mesmo?

Por meio do site responsivo, isso não acontece, já que as páginas se adaptam a qualquer tipo de tela, promovendo melhor navegabilidade e facilitando a permanência do usuário. Desse modo, as empresas têm investido nessa questão justamente por considerarem fundamental a experiência do cliente nos dispositivos móveis.

Participação nas redes sociais

Facebook, Instagram e Twitter são redes sociais que se tornaram ótimas plataformas para estabelecer a comunicação entre cliente e empresa. O ramo do vestuário tem se beneficiado delas para expor as coleções e disponibilizar vídeos sobre os eventos.

Ao valorizar a presença digital, o setor da moda consegue se aproximar mais dos consumidores, ouvir e sanar dúvidas, entender o desejo do público-alvo e trabalhar em cima disso. Vale lembrar, ainda, que a popularização de influenciadores em plataformas como o Instagram tem possibilitado o aumento da receita.

Isso porque, muitas vezes, as celebridades fazem parcerias com a empresa e conseguem oferecer um desconto especial para os seguidores por meio de cupons. Ainda de acordo com a pesquisa do Google, 85% dos consumidores ficam mais dispostos a comprarem quando esses descontos são oferecidos.

Como você pôde perceber, o mercado de moda é uma ótima aposta para quem se interessa pelo mundo da criação e comercialização de peças do vestuário. Com essas tendências, ele apresenta ainda mais possibilidades de crescimento e aumento de receita.

Então, ficou com vontade de ingressar no curso superior de moda? Entre em contato conosco para saber mais sobre a graduação!

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O ARQUIVO

Tags

No items found.
INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS

Receba as novidades em seu e-mail

Fique por dentro dos  eventos, notícias e conteúdos da Faculdade Arnaldo.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.