Visite nosso site
CARREGANDO...

Saúde mental e uso de internet por universitários: Conheça o estudo dos alunos de psicologia do UniAcademia

No items found.

Saúde mental e uso de internet por universitários: Conheça o estudo dos alunos de psicologia do UniAcademia

A professora Daniela Belchior, do curso de Psicologia do UniAcademia, realizou uma pesquisa com seus alunos durante as atividades da disciplina Práticas Investigativas. Os estudantes Thais, Maria Eduarda, Magna e Ricardo tiveram ainda a colaboração do professor de estatística Yuri Vasconcelos. A pesquisa está disponível na versão online na revista Ciência & Saúde Coletiva: “Saúde mental e uso de internet por estudantes universitários: Estratégias de enfrentamento no contexto da COVID-19”.

O estudo foi feito no segundo mês de isolamento social em 2020. Segundo Daniela Belchior, a principal novidade representada por esse estudo é mostrar que há uma correlação entre sofrimento psíquico e intensidade de uso de internet. “Todos nós estamos usando a internet o tempo todo. Hoje, ela se tornou tão essencial quanto ter água encanada em casa e ter luz elétrica também. No entanto, a gente sabe que a literatura tem mostrado que muitas pessoas quando estão em situação de maior sofrimento psíquico, usam a internet de forma mais intensa e de forma mais frequente. Evitando, inclusive, outras formas de contato”, afirma a professora.

O estudo ainda identificou que estudantes que viviam um maior bem-estar subjetivo, além de usarem a internet de forma menos intensa/frequente, buscaram de modo mais acentuado a atribuição de um significado pessoal e construtivo para a experiência que vivenciavam na pandemia, associada a um senso de direção e intencionalidade sobre como poderiam agir.

“A principal contribuição do nosso estudo foi mostrar que existe sim uma correlação entre sofrimento psíquico e intensidade do uso de internet, ou seja, quanto mais as pessoas estavam sofrendo naquele momento, mais elas utilizavam a internet”, conta. “Os instrumentos de avaliação do uso de internet dos envolvidos nesse momento, ainda são pouco específicos. A gente suspeita que esse uso esteja associado principalmente ao uso de redes sociais, mas a gente só vai poder ser confirmado com o desenvolvimento de instrumentos mais específicos”, ressalta Daniela.

Revista Ciência & Saúde Coletiva


O estudo está disponível na Revista Ciência & Saúde Coletiva e, de acordo com Daniela, a versão está neste momento on-line e a partir de junho o estudo vai compor a revista. “Foi muito relevante para nós o estudo ter sido publicado, porque é uma das revistas mais importantes do país em relação à divulgação das pesquisas no campo da saúde coletiva. Essa revista tem sido muito importante para pautar questões políticas na condução da pandemia. Então, a gente espera contribuir para a literatura da área. A gente acredita que o estudo vai poder ser lido não só no campo da psicologia. Mas também por campos mais interdisciplinares”, destaca.

Por meio destes resultados os autores esperam também contribuir para a ampliação do debate sobre a necessidade de se discutir como a busca de sentido existencial, embora tarefa singular, é impactada pela crise sanitária enquanto crise de desesperança e medo, que assola o país. “Precisamos fomentar a articulação da saúde mental da população universitária, ela não pode ser vista como uma questão individual e sim coletiva”, explica.

Para ler o estudo, basta clicar aqui.

Deixe seu e-mail e receba gratuitamente nossos conteúdos sobre ensino superior, carreira e muito mais.

Obrigado! Cadastro realizado!
Algum erro aconteceu. Tente de novo!
Mais do nosso blog

Posts relacionados

Nenhum item encontrado
Veja todos os posts
INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS

Receba as novidades em seu e-mail

Fique por dentro dos  eventos, notícias e conteúdos da Faculdade Arnaldo.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.