Visite nosso site
CARREGANDO...

7 habilidades do profissional do futuro que você precisa desenvolver

No items found.

7 habilidades do profissional do futuro que você precisa desenvolver

Conhecer e desenvolver as habilidades do profissional do futuro pode fazer toda a diferença na sua carreira. Estas competências têm sido extremamente valorizadas entre os empregadores nos últimos anos.

Para não ficar para trás, é preciso se dedicar e adquirir conhecimento para se aproximar de um perfil de colaborador atento às atualizações do mercado de trabalho. Se o seu desejo é alcançar uma recolocação, tenha em mente que será necessário se qualificar tanto tecnicamente quanto de forma comportamental.

Acompanhe a seguir e confira sete habilidades do profissional do futuro que vale a pena desenvolver!

1. Inteligência emocional

A inteligência emocional é uma habilidade bastante útil em líderes e gestores, pois promove no profissional um olhar mais positivo diante dos obstáculos. Quem consegue controlar suas respostas emocionais também pode tomar decisões racionais sem grandes dificuldades.

Para desenvolver a inteligência emocional, é preciso fazer um exercício de autoconhecimento contínuo. Entender quais são os seus defeitos e qualidades é uma parte fundamental do processo. Mesmo que não seja uma tarefa tão simples, a ação pode contribuir para o fortalecimento da sua autoconfiança.

Trabalhando a inteligência emocional, portanto, você compreende tanto a si mesmo quanto as outras pessoas. Assim, fica mais simples estabelecer conexões com qualquer indivíduo no ambiente corporativo, uma característica mais do que essencial em qualquer área de atuação.

2. Flexibilidade cognitiva

Da mesma forma, ter flexibilidade cognitiva e ser adaptável a qualquer situação, é uma habilidade muito importante na vida profissional. Em um mundo repleto de rápidas transformações, ganha diferencial quem consegue acompanhar o ritmo e se transformar junto.

Até porque o atual mercado de trabalho exige que os colaboradores sejam capazes de mudar seu pensamento na mesma velocidade em que novos problemas surgem. É preciso ser ágil também para buscar por novas e inovadoras soluções.

O mercado e grande parte dos empregadores valorizam os profissionais que são capazes de olhar a realidade de vários ângulos e, com isso, formular planos de ação e estratégias para superar rapidamente qualquer desafio.

3. Criatividade

A criatividade está diretamente relacionada à inovação. Muitas empresas dão preferência a profissionais que se destacam por criar fórmulas, produtos e serviços diferenciados. Ter um colaborador com este tipo de habilidade é um diferencial para a marca, já que as ideias costumam ser originais.

Ser inventivo e criativo, portanto, é uma maneira de conquistar competitividade e um perfil comportamental realmente atrativo. Hoje, o mercado de trabalho exige que os indivíduos sejam capazes de apresentar novidades e aperfeiçoar os processos de forma simples.

Para isso, é fundamental ser curioso e sair da zona de conforto na rotina, pois assim fica mais simples de ter insights de raciocínio e inovação. Se atualizar com novos e interessantes conhecimentos também é válido nesse sentido, já que os estímulos podem ajudar a ter novas ideias e pontos de vista.

4. Resolução de problemas complexos

Outra habilidade bastante valorizada é a capacidade de resolver problemas complexos. Inclusive, diante do surgimento de novas tecnologias, dados e informações, os líderes e gestores de praticamente todas as áreas anseiam por colaboradores atentos e que oferecem soluções diferenciadas.

Para além disso, é essencial saber lidar com diferentes públicos e pessoas, mesmo que isso pareça um grande desafio. Essa é a perfeita combinação para atingir um perfil comportamental apreciado entre os empregadores.

De fato, o mercado de trabalho busca cada vez mais por indivíduos preparados que sabem lidar com a complexidade das situações e, com isso, encontrar soluções alinhadas aos objetivos e propósitos dos empreendimentos.

5. Habilidade em tecnologia

Vivemos uma verdadeira transformação digital, que apresenta um campo vasto para desenvolver conhecimentos relacionados à tecnologia. Investir em especializações e cursos sobre o assunto é uma ação estratégica que pode levar o profissional a um patamar acima dos demais.

Nesse sentido, é preciso estar atento às novas tecnologias e aplicativos que contribuem com o trabalho e a rotina. Ter inteligência para adaptar as tecnologias também é muito importante, já que elas trazem praticidade, funcionalidade e conseguem poupar tempo e recursos.

Atualmente, os empregadores anseiam por colaboradores alfabetizados digitalmente, até porque, grande parte dos processos e operações corporativas têm se baseado na tecnologia.

6. Capacidade de liderar

Todo indivíduo que deseja ter sucesso na carreira deve desenvolver a capacidade de liderança. Essa é uma qualidade que aperfeiçoa como um todo o perfil, já que você deve aprender a lidar com as pessoas, a reagir da melhor forma em determinadas situações e a se comunicar diante de diferentes equipes.

Um bom líder é capaz de trabalhar em conjunto, distribuir tarefas, ser coordenado ou coordenar, compartilhar ideias, interagir e também se autoliderar. O mercado de trabalho exige pessoas capazes de tomar decisões com confiança e segurança, e apenas um líder bem preparado sabe como fazer isso com excelência.

O líder, por si só, já agrega outras habilidades, como inteligência emocional, gerenciamento de pessoas, flexibilidade e autonomia. Quem se torna capacitado nesse sentido acaba motivando as pessoas ao seu redor e sendo uma peça-chave para o crescimento de um empreendimento.

7. Pensamento crítico

Ter pensamento crítico é uma forma de ganhar credibilidade e influência no ambiente de trabalho. Ser crítico é uma competência valorizada justamente porque o profissional consegue perceber as situações de forma ampla, sem colocar suas opiniões e crenças em uma discussão, por exemplo.

Para isso, é necessário treinar a sua percepção e desenvolver a capacidade de ver a realidade de forma crítica. Grandes companhias buscam por colaboradores críticos para analisar os desafios e tomar atitudes efetivas que podem resultar em soluções para os problemas.

Investir nesse tipo de qualidade é imprescindível para ser influente, enquanto candidato, e ter destaque no ambiente corporativo. Certamente, o pensamento crítico deve ser listado no currículo como uma competência para chamar a atenção dos recrutadores.

Não desenvolver tais habilidades do profissional do futuro pode atrapalhar o seu crescimento no mercado de trabalho. A indicação é se dedicar e adquirir conhecimento para ter um perfil comportamental diferenciando e valorizado. Para isso, vale a pena investir em cursos livres e de especialização para potencializar o seu currículo.

Gostou do conteúdo? Aproveite a visita e entre em contato com a equipe do UniAcademia para descobrir como podemos ajudar você a ser um profissional mais apreciado!

Deixe seu e-mail e receba gratuitamente nossos conteúdos sobre ensino superior, carreira e muito mais.

Obrigado! Cadastro realizado!
Algum erro aconteceu. Tente de novo!
INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS

Receba as novidades em seu e-mail

Fique por dentro dos  eventos, notícias e conteúdos da Faculdade Arnaldo.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.