Visite nosso site

Como ser advogado em Portugal? Confira agora mesmo!

No items found.

Como ser advogado em Portugal? Confira agora mesmo!

Você sabia que Portugal pode ser um ótimo local para consolidar a sua carreira e ter sucesso profissional? O país tem uma relação muito próxima com o Brasil, permitindo que muitos brasileiros exerçam a profissão em Direito por lá.

Inclusive, o processo é mais simples do que você pode imaginar: é preciso ter habilitação na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para conseguir ingressar na Ordem dos Advogados de Portugal. No entanto, é fundamental apresentar uma boa qualificação e habilidades para se diferenciar e, com isso, conquistar uma oportunidade promissora.

Quer entender como ser advogado em Portugal? Continue a leitura e fique por dentro!

Vale a pena atuar como advogado em Portugal?

Desde 2003, os advogados brasileiros ganharam o direito à inscrição na Ordem dos Advogados Portugueses. Mesmo assim, muitos profissionais ainda não sabem ao certo se investir nessa trajetória, de fato, vale a pena.

Portugal é um país que oferece diversos diferenciais aos brasileiros que optam por morar lá. Antes de tudo, há mais facilidade de adaptação por conta do idioma. A excelente qualidade de vida que o país oferece, os custos baixos e os bons níveis de segurança e de serviços também são motivos que atraem muitos brasileiros, levando-os a residirem no local.

Outro ponto é que a comunidade brasileira em Portugal é enorme, facilitando significativamente a adaptação e, principalmente, a hora de fazer contatos para se posicionar no mercado de trabalho. O processo para conseguir um emprego no país é simples, mas, mesmo assim, é necessário haver preparação, já que a tradição jurídica em Portugal apresenta diferenças da brasileira.

Afinal, como ser advogado em Portugal?

Os advogados brasileiros podem trabalhar com bastante facilidade em Portugal. Para isso, é preciso ter cursado Direito em uma instituição de ensino reconhecida e credenciada ao Ministério da Educação (MEC).

Além disso, a inscrição na OAB é obrigatória para os profissionais. Com isso, não há necessidade de realizar um novo exame ou uma revalidação do diploma ao solicitar a inscrição na Ordem dos Advogados de Portugal. Confira, a seguir, os passos para se tornar um advogado em terras portuguesas!

Tornar-se um profissional qualificado

Para conseguir começar uma carreira em Portugal, o ideal é que você já esteja atuando em uma organização consolidada para se ambientar nos processos e entender como as coisas funcionam no país. Mas se esse não for o seu caso, você deve investir em qualificação para se diferenciar.

A exigência de experiência para assumir um cargo em Portugal pode ser alta, por isso, a recomendação é se preparar previamente.

Investir em um bom curso de Direito

Cursar Direito em uma instituição de Ensino Superior de qualidade é fundamental. Isso porque é na faculdade que você tem a oportunidade de aperfeiçoar o currículo, de vivenciar a realidade da profissão e também de estar em contato com professores e profissionais renomados.

É importante avaliar, por exemplo, como são as condições da estrutura física dos laboratórios, das salas de aula, entre outros espaços. Igualmente, veja se a coordenação oferta espaços de aprendizagem específicos para os alunos de Direito, como um Núcleo de Práticas Jurídicas.

Ter aprovação na OAB

A habilitação na OAB é um requisito obrigatório para todos os advogados brasileiros que desejam entrar no mercado de trabalho lusitano. O acordo celebrado entre a OAB e a Ordem dos Advogados de Portugal permite a atuação profissional em ambos os países.

Com a aprovação da OAB, o advogado não precisa revalidar o diploma em Direito no país, como dito. Mesmo assim, é essencial fazer o registro na Ordem dos Advogados Portugueses, já que há diferenças legislativas e termos jurídicos únicos em cada uma das nações.

Apresentar os documentos exigidos

Atualmente, para ingressar na Ordem dos Advogados de Portugal, o candidato deve realizar o pagamento de uma taxa que custa 300 euros e apresentar uma documentação específica, incluindo:

  • Norma de Requerimento de Inscrição de Advogado;
  • certidão de Registro de Nascimento;
  • certificado do Registro Criminal do Brasil e Registro Criminal Português;
  • certidão do processo completo de inscrição na OAB;
  • diploma em Direito;
  • apresentação da Carteira de Identidade de Advogado;
  • título de autorização de residência emitida pela autoridade competente do Estado Português.

Todos os documentos brasileiros devem ser reconhecidos pelo Consulado de Portugal no Brasil. A inscrição deve ser feita presencialmente no Conselho Regional do domicílio profissional, disponível em Lisboa, Porto, Faro, Açores, Coimbra, Madeira e Évora.

Como encontrar um bom curso de Direito?

Escolher um curso de Direito em uma faculdade brasileira reconhecida na área é fundamental para ter mais oportunidades no mercado de trabalho português. A graduação tem duração média de cinco anos e prepara os candidatos para cuidarem da aplicação das leis e normas jurídicas vigentes no país.

Com o diploma, você pode atuar como advogado, obter a aprovação na prova da OAB e, com isso, seguir carreira acadêmica ou jurídica. Para isso, você deve avaliar:

  • a grade curricular;
  • a qualificação do corpo docente;
  • se a faculdade oferece oportunidades de atuação prática;
  • o desempenho da instituição no Exame de Ordem;
  • se a empregabilidade é incentivada entre os estudantes de Direito.

Além da graduação, é interessante também investir em cursos de pós-graduação e especialização, como MBA, mestrado e doutorado. Ter títulos de uma faculdade renomada no currículo favorece significativamente a sua trajetória profissional, levando-o a outro patamar.

Assim, você terá mais diferenciais para se destacar diante dos concorrentes. É importante aproveitar o período de estudos ao máximo para fazer networking, aprofundar os conhecimentos e buscar desenvolver habilidades valorizadas. Em uma faculdade de excelência, você terá mais chances de adquirir a sua habilitação na OAB, que é a principal exigência para atuar em Portugal. Por isso, avalie cuidadosamente o que o curso em Direito oferece para fazer a melhor escolha.

Agora que você já sabe como ser advogado em Portugal, o próximo passo é se preparar para atuar no mercado de trabalho lusitano. Lembre-se de que a principal indicação para ter sucesso na carreira é investir em uma instituição de Ensino Superior de excelência.

Gostou do conteúdo? Aproveite a visita e assine a newsletter do UniAcademia agora mesmo para ficar por dentro de todas as novidades do universo acadêmico e profissional!

Deixe seu e-mail e receba gratuitamente nossos conteúdos sobre ensino superior, carreira e muito mais.

Obrigado! Cadastro realizado!
Algum erro aconteceu. Tente de novo!
INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS

Receba as novidades em seu e-mail

Fique por dentro dos  eventos, notícias e conteúdos da Faculdade Arnaldo.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.