Visite nosso site
CARREGANDO...
o que faz um fisioterapeuta
No items found.

Você gosta da área de saúde e já pensou na possibilidade de cursar Fisioterapia? Se essa graduação faz parte do seu leque de opções, vale a pena saber melhor o que faz um fisioterapeuta. Assim, é possível descobrir as formas de atuação e como está o mercado de trabalho.

Com todas essas informações em mãos, fica mais fácil saber se esse é o curso certo e escolher sua profissão. Para ajudar na decisão, preparamos um conteúdo esclarecedor a respeito do assunto. Que tal? Confira!

O que faz um fisioterapeuta?

O fisioterapeuta é o responsável por prevenir, diagnosticar e tratar diversos problemas relacionados às funções e aos movimentos do corpo humano. Por isso é bem comum que pessoas acidentadas, com vícios de postura, doenças adquiridas ou alterações genéticas sejam encaminhadas a esse profissional.

Por meio de terapias manuais, prescrição de exercícios e utilização de aparelhos como ultrassom, laser, biofeedback e outros procedimentos, é possível não só prevenir problemas, mas tratar distúrbios e reabilitar o organismo. Desse modo, o indivíduo ganha uma qualidade de vida melhor, com mais autonomia, habilidades motoras restabelecidas e bem-estar.

Como é o dia a dia da profissão?

O Fisioterapeuta avalia o paciente, pode solicitar exames complementares, formula o diagnóstico e, posteriormente, prescreve o tratamento, reavalia e confere alta ao paciente. De acordo com cada especialização — como veremos adiante — ele vai elaborar propostas personalizadas a cada paciente, que podem demandar a atuação de outros profissionais, entre médicos, educadores físicos e, em alguns casos, nutricionistas.

A evolução dos resultados também é gradual, então o paciente deve se dedicar aos procedimentos e tratamentos propostos e ter paciência para que a alta seja conferida. Isso porque o fisioterapeuta depende da colaboração da pessoa assistida a fim de que a melhoria realmente aconteça. Portanto, o espírito é de trabalho em equipe!

Quais são as possibilidades de atuação?

A Fisioterapia proporciona ao profissional várias oportunidades e áreas de atuação. Ele pode trabalhar em consultórios, hospitais, clínicas médicas e centros de reabilitação. Contudo, o fisioterapeuta também tem a chance de atuar em academias e clubes, no meio acadêmico — pesquisa e docência — e, até mesmo, no segmento estético. A seguir você confere as possibilidades mais requeridas atualmente.

Fisioterapia do Trabalho

As pessoas passam mais tempo no trabalho do que em casa, logo, prevenir e manter a saúde do trabalhador é hoje uma das melhores práticas nas empresas. Assim, surgiu a Fisioterapia Ocupacional, com foco na elaboração de planejamentos laborais para os colaboradores manterem sua postura em dia, por exemplo.

Nesse cenário, são realizados exercícios simples no dia a dia de trabalho, mas o fisioterapeuta também ajuda na conscientização dos trabalhadores, por meio de palestras e treinamentos sobre postura e prevenção de doenças. Seus laudos ergonômicos são usados ainda nas adaptações dos ambientes, para que estejam de acordo com normas regulamentadoras.

Fisioterapia Neurofuncional

Esse profissional se torna um especialista no tratamento de pessoas com síndromes neurológicas. Em seu espectro de atividades, o fisioterapeuta também atua de forma preventiva, curativa, paliativa e adaptativa, quando se trata de sequelas por danos ao sistema nervoso.

Os pacientes que recorrem a essa especialidade de Fisioterapia geralmente sofrem de disfunções, traumas e outros problemas que relacionam corpo e capacidade cerebral. Podemos citar pessoas com Mal de Parkinson, por exemplo, que tiveram um Acidente Vascular Cerebral (AVC) ou até quem apresentam perda de equilíbrio, tonteiras ou zumbidos por algum motivo.

Fisioterapia Esportiva

Essa é uma das áreas que mais crescem dentro da Fisioterapia, pelo fato de ajudar no desempenho físico de atletas, sejam amadores, sejam profissionais. Por isso, esse fisioterapeuta se dedica às avaliações funcionais periódicas e acompanha praticantes de esportes diversos no seu dia a dia, como em clubes esportivos, equipes e academias.

O seu papel é garantir melhores performances por meio da prevenção e, se necessário, do tratamento e reabilitação de lesões ou traumas causados pela prática das atividades físicas. É uma atuação bastante específica, mas de grande responsabilidade e importância no mundo dos esportes e competições.

Fisioterapia Respiratória

O fisioterapeuta também compõe equipes multidisciplinares em hospitais e outros ambientes de saúde que lidam com pacientes em casos mais graves, em situações operatórias e que ficam sob o funcionamento de aparelhos respiratórios, por exemplo.

Esse profissional aplica seus conhecimentos no tratamento e na reabilitação em Unidades de Terapia Intensiva, sobretudo quando as pessoas internadas dependem de auxílio para que seus sistemas respiratório e circulatório voltem a funcionar normalmente. Com prescrição e aplicação de exercícios, a reabilitação ocorre de maneira gradual até o paciente receber alta.

Fisioterapia Dermatofuncional

Para quem quiser se especializar no ramo estético, a Fisioterapia Dermatofuncional é uma boa alternativa, já que vem crescendo cada vez mais a procura por esses tipos de procedimentos. O profissional aplica técnicas diversas a fim de promover melhorias em cicatrizações, estrias, celulites, redução de gordura localizada, entre outros aspectos.

Normalmente os problemas prevenidos e tratados estão relacionados a distúrbios metabólicos, dermatológicos, linfáticos, endócrinos e, até mesmo, neurológicos, que comprometem o sistema tegumentar do organismo — o conjunto de estruturas que formam o revestimento externo dos seres vivos.

Acupuntura

A acupuntura é mais uma ferramenta terapêutica. Através de pontos e meridianos energéticos do corpo, o profissional consegue, por meio de aplicações de agulhas, estimular áreas e realizar desbloqueios, proporcionado redução de dor e melhor qualidade de vida. Muitas pessoas têm utilizado a acupuntura como procedimento principal na prevenção de males e tratamento de vários distúrbios e dores físicas.

Pilates

Ninguém melhor que o fisioterapeuta para conduzir as famosas aulas de Pilates, uma tendência nos dias atuais para quem busca mais qualidade de vida e bem-estar. Os avanços da Fisioterapia ligados a essa técnica são muito efetivos não apenas na reabilitação de pessoas, mas no campo preventivo.

O Pilates promove o fortalecimento do corpo, melhora a postura e garante flexibilidade, equilíbrio e resistência, além de outros benefícios. Quando se faz presente no dia a dia do indivíduo, afasta a probabilidade de doenças, dores e até a propensão a lesões, fraturas e demais traumas.

O mercado de trabalho desse profissional está aquecido atualmente, sobretudo em relação às especialidades citadas aqui. E agora que você sabe o que faz um fisioterapeuta, pode ter mais segurança ao escolher a trilha certa da sua formação acadêmica e carreira profissional.

Se gostou da área e deseja saber mais sobre a profissão e o curso, conheça os diferenciais do UniAcademia e venha fazer a sua graduação em Fisioterapia conosco!

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O ARQUIVO

Tags

No items found.
INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS

Receba as novidades em seu e-mail

Fique por dentro dos  eventos, notícias e conteúdos da Faculdade Arnaldo.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.